O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), anunciou que, para votar Ficha Limpa, foi feito um acordo com a oposição

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), anunciou hoje que, para votar o projeto "Ficha Limpa", foi feito um acordo com os partidos da oposição para votar três projetos que tratam do marco regulatório do pré-sal. Segundo ele, foi estabelecido um calendário de votação dos projetos, ficando apenas a questão dos royalties para ser discutida depois das eleições. 

Pelo acordo, no dia 8 de junho, o plenário do Senado vai votar o projeto que cria o Fundo Social. No dia 9 de junho, será votado o projeto que trata da capitalização da Petrobras e, no dia 16 de junho, o que trata da criação da Petro-Sal. Segundo Jucá, foi retirada a urgência apenas do projeto que cria a Petro-Sal. 

O projeto "Ficha Limpa", que impede candidatura de políticos condenados, deve ser votado nesta tarde pelo plenário do Senado. Todos os líderes pediram urgência na tramitação do projeto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.