Sem Kassab, PMDB paulista tenta se aproximar de Skaf

"Se o Kassab vier seria ótimo, mas não podemos ficar parados", diz deputado Baleia Rossi

Agência Estado |

O PMDB paulista definitivamente colocou em um segundo plano as negociações políticas para trazer o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), para a legenda e agora direciona os esforços em busca de outras lideranças políticas de grandes cidades do Estado, prontas para serem candidatas a prefeito, ou a vice, em 2012. Os primeiros alvos são do PSB: o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, candidato derrotado a governador em 2010, e o deputado estadual Jonas Donizette (PSB).

"Se o Kassab vier seria ótimo, mas não podemos ficar parados e precisamos fortalecer o partido em São Paulo", disse o presidente da Comissão Provisória do PMDB de São Paulo, deputado Baleia Rossi. O parlamentar explica que as negociações com Kassab só serão retomadas após 15 de março, quando o DEM deve definir sua nova direção nacional. Baleia negou que haja pressão por parte do PMDB para uma definição sobre a ida de Kassab para a legenda. "O (vice-presidente da República) Michel Temer conversou com o Kassab e as negociações só prosseguirão no prazo acordado", disse.

Skaf conversou com Baleia e seu pai, o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, há 10 dias. O ministro participou de uma reunião na Fiesp e foi chamado para tomar um café pelo próprio Skaf. Foi sondado pelos Rossi, mas teria dito que está contente no PSB. Mas, amanhã, na própria Fiesp, Skaf se encontrará com Temer e pode ser novamente sondado pela maior liderança do PMDB paulista.

Já com o deputado Jonas Donizette o namoro engatou. Companheiro de Baleia na Assembleia Legislativa, o parlamentar do PSB tem base em Campinas (SP), terceiro maior colégio eleitoral do Estado e é pré-candidato a prefeito da cidade em 2012. Em 2008, ficou em terceiro lugar na eleição vencida pelo reeleito Hélio de Oliveira Santos (PDT), mas foi considerado a grande surpresa. Com 77.527 votos, 14% do total, Donizette ficou apenas 409 votos atrás do deputado federal Carlos Sampaio (PSDB).

"Ele ( Donizette ) nos procurou e se mostrou interessado em uma parceria; a conversa continuará, pois o PMDB certamente terá ou candidato ou o vice nas eleições de Campinas", informou Baleia.

    Leia tudo sobre: KassabDEMPMDBPSB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG