Sem governo e empresas, PT debate regulamentação da mídia

Companhias foram convidadas, mas sem lugar na mesa. Governo tem proposta diferente do PT e decidiu não participar

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

Concebido para ser um amplo debate com diversos setores da sociedade sobre a democratização dos meio de comunicações, o seminário “Por um novo Marco Regulatório para as Comunicações” do PT acontece nesta sexta-feira, em um hotel no centro de São Paulo, sem a presença de representantes das empresas de comunicação e do governo.

Agência Estado
O ex-ministro Franklin Martins fala em evento sobre liberdade de imprensa em novembro de 2010: presença confirmada nesta sexta
Opinião do governo: Mídia regulada é bom para a imprensa, diz Carvalho

“As mesas foram compostas aleatoriamente”, explicou Glauber Piva, diretor da Ancine, ex-dirigente petista, debatedor e um dos integrantes da comissão organizadora do evento. Entre os participantes estão professores, blogueiros, jornalistas progressistas, escritores, sindicalistas e muitos dirigentes e parlamentares petistas.

As empresas foram convidadas a participar, mas sem lugar na mesa, e algumas entidades enviaram colaborações por escrito que farão parte de um caderno. “Todas as contribuições foram aceitas. Não tem boicote. No final haverá uma plenária da qual todos poderão participar”, disse Piva.

O governo Dilma Rousseff também não enviou representantes. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, foi convidado. Seu nome chegou a ser incluído na lista de debatedores, mas preferiu participar de um evento no Rio de Janeiro.

Quem está confirmado é o ex-ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, autor de um projeto de lei para criação de um marco regulatório para a mídia engavetado por Dilma. Segundo fontes do governo, a presidenta discorda de alguns pontos do projeto e incumbiu Bernardo de elaborar um novo texto.

Segundo Piva, o objetivo do seminário é debater a criação do novo marco regulatório já que o atual está defasado por razões históricas e tecnológicas.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG