Secretário-executivo do Ministério do Turismo pede demissão

O secretário-executivo do ministério é suspeito de participar de um esquema de desvio de recursos e foi preso pela Polícia Federal

Agência Brasil |

O secretário-executivo do Ministério do Turismo, Frederico Costa da Silva, pediu demissão hoje (16). A assessoria do ministério informou que o ministro, Pedro Novais, já foi informado sobre a exoneração e aguarda a oficialização do pedido.

Silva foi preso na semana passada pela Polícia Federal durante a Operação Voucher. Após ser detido, o secretário-executivo foi transferido para o Instituto Penitenciário do Amapá, em Macapá. Foi solto na última sexta-feira (12), após pagar a fiança no valor de R$ 109 mil.

O secretário-executivo do ministério é suspeito de participar de um esquema de desvio de recursos previstos em contrato com o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável (Ibrasi), destinados à qualificação de 1,9 mil profissionais de turismo no Amapá. Dos R$ 4,4 milhões do contrato, a Polícia Federal calcula que cerca de R$ 3 milhões tenham sido desviados. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG