Presidente do Senado diz que os projetos votados nos últimos dois dias foram resultado de consenso entre as lideranças partidárias

Os 54 projetos votados nos últimos dois dias pelo Senado atendem interesses da população brasileira e sua deliberação resultou de consenso entre as lideranças partidárias. A declaração é do presidente do Senado, José Sarney, ao chegar à Casa nesta quinta-feira, destacando ainda que, sendo as diferenças entre maioria e minoria bastante estreitas no Senado, todas as matérias devem ser votadas por consenso.

"Esses projetos que votamos são de grande interesse da população brasileira e foi neles que se estabeleceu um ponto de consenso entre todas as correntes políticas, o que é difícil num ano de eleição no qual as paixões estão sempre à flor da pele", afirmou o senador.

Na mesma entrevista, Sarney disse que está mantida a previsão de um novo esforço nos dias 31 de agosto, 1º e 2 de setembro. Conforme explicou, isso será mudado apenas na ocorrência de um fato novo que obrigue a Casa a alterar esse calendário de votações.

"Em princípio, nosso calendário está mantido e as lideranças estão de acordo. Não tivemos nenhuma manifestação contrária a isso. Vamos organizar a pauta de setembro com as matérias que já estão em tramitação e preparadas para votação", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.