Saída de Rossi não deve frear apuração, diz líder tucano

Para Duarte Nogueira, situação de ex-ministro da Agricultura estava "insustentável"

AE |

selo

O deputado federal Duarte Nogueira (PSDB-SP), líder tucano na Câmara, afirmou há pouco que a saída do ministro da Agricultura, Wagner Rossi , do cargo "não deve esgotar o processo de apuração das irregularidades no Ministério até a punição dos eventuais culpados por prejuízos ao Erário público".

Para Nogueira, que tem base eleitoral em Ribeirão Preto, assim como o agora ex-ministro, Rossi estava rodeado por assessores e pessoas "em situações insustentáveis" o que piorou sua situação no cargo. "A presença do ministro ficou complicada, porque esses questionamentos não iriam cessar", afirmou.

O deputado disse ainda esperar que a saída do ministro não atrapalhe o planejamento do Ministério da Agricultura para atender o agricultor no ano-safra que se inicia.

    Leia tudo sobre: AgriculturaWagner RossiPMDBdenúncia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG