Roriz é condenado por improbidade administrativa

Os ex-governadores do Distrito Federal Joaquim Roriz e Maria de Lourdes Abadia foram condenados pelo TJDFT

Agência Brasil |

O ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz foi condenado por improbidade administrativa, de acordo com o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Também foi condenada a ex-governadora do Distrito Federal Maria de Lourdes Abadia, após ação ajuizada pelo Ministério Público.

Os dois terão que devolver aos cofres públicos valores gastos com tripulação, combustível e manutenção do helicóptero oficial prefixo PP- JDR, usado indevidamente para fins particulares, durante o mandato de 2002 a 2006. De acordo com a denúncia, após deixar o cargo de governador do DF para se candidatar a senador, Roriz continuou a utilizar o helicóptero de propriedade pública distrital para fins eleitorais – com a colaboração de sua sucessora Maria de Lourdes.

O ex-governador chegou a confirmar o uso do helicóptero, mas alegou que o fez a convite da então governadora. Segundo ele, os eventos dos quais participou diziam respeito a programas e projetos iniciados em sua gestão.

Já Maria Abadia afirmou que ofereceu transporte a Roriz – buscando-o em sua residência no Park Way e em sua fazenda em Luziânia (GO) – porque necessitava de informações sobre obras inauguradas na época.

De acordo com a juíza da 8ª Vara da Fazenda Pública do DF, Roriz, em suas alegações, assume desconhecer ou não querer fazer a devida distinção do que é conduta pública e particular. As alegações de Maria Abadia foram consideradas “pueris” pela magistrada.

Depois de apurado o valor a ser ressarcido aos cofres públicos, os réus terão que pagar, também, multa civil correspondente a duas vezes o valor do dano. Ainda cabe recurso da decisão.

    Leia tudo sobre: improbidadedistrito federalroriz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG