Rolls Royce presidencial desfila em último ensaio antes da posse

Com 57 anos de uso, carro só é usado em ocasiões especiais. Neste domingo, curiosos puderam vê-lo de perto

iG Brasília |

Em um dia cinzento na capital federal, o Rolls Royce presidencial desfilou pelas ruas da Esplanada dos Ministérios. Usado apenas em ocasiões muito especiais – não é à toa que, em quase 60 anos de uso, tenha apenas 30 mil quilômetros rodados –, como no desfile de 7 de setembro, posses presidenciais ou visitas oficiais, o carro foi utilizado na tarde neste domingo durante ensaio realizado (o segundo e último antes do evento contou com atrasos e pequenos problemas no carro) pelo Itamaraty, Presidência da República e Congresso Nacional para definir os últimos detalhes da posse da presidenta eleita, Dilma Roussef .

No dia 1º de janeiro, Dilma seguirá da Catedral de Brasília ao Congresso Nacional no veículo. Para ficar mais próxima da multidão que espera acompanhar o evento, a presidenta recusou a companhia da escolta dos cavalos e das motos durante o trajeto. Apenas dois cavaleiros dos Dragões da Independência vão acompanhar o carro, logo à frente. Eles vão ditar o ritmo da marcha. A velocidade do carro não deve ultrapassar 40 km/h no percurso. O vice-presidente irá em outro veículo, atrás de Dilma.

O Rolls Royce Silver Wraith, de 1953, será dirigido pelo motorista pessoal de Dilma, Valdecir da Silva Ribeiro. Ele fez treinamentos para guiar o carro presidencial e, hoje, participou do ensaio. Revestido com bancos de couro e madeira legítima no interior, o veículo está pronto para o grande dia (assista vídeo produzido pela equipe da Presidência sobre o veículo aqui ).

A lenda

A origem do Rolls Royce presidencial é cheia de histórias, que se tornaram lendas. Por muito tempo, dizia-se que o carro fora um presente da rainha Elizabeth II, da Inglaterra. Outros diziam que um grupo de empresários cafeeiros havia dado o veículo de presente ao presidente Getúlio Vargas, primeiro a utilizá-lo. Vargas teria doado o carro à Presidência da República.

O fato é que, em 57 anos de uso, o Rolls Royce presidencial desfilou não só com presidentes brasileiros, como também o ex-presidente peruano, general Manoel Odria, o ex-presidente francês Charles de Gaulle e a rainha da Inglaterra, Elizabeth II.

Os interessados podem conhecer o carro de perto. No primeiro domingo de cada mês, o automóvel fica exposto à visitação pública das 9h às 15h em frente ao Palácio do Planalto.

    Leia tudo sobre: dilmaensaio posse presidencialrolls royce

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG