Relatório a ser entregue sugere 'censura ética' a Erenice

Parecer sobre caso da ex-ministra acusada de tráfico de influência será entregue na semana que vem pela Comissão de Ética

Reuters |

O parecer da Comissão de Ética Pública da Presidência da República sobre a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra deve ficar pronto na próxima semana, informou o presidente do órgão, Sepúlveda Pertence.

Agência Estado
Na prática sanção não impede a ex-ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, de assumir cargo público
"O relator recebeu todas as informações solicitadas, ele oferecerá o relatório e a ministra terá o prazo de dez dias para apresentar alegações", disse Sepúlveda.

Segundo ele, o relator do processo, Fábio Coutinho, recebeu no fim da última semana documentos de órgãos que já tinham algum procedimento de investigação sobre a ex-ministra, como a Casa Civil, o Tribunal de Contas da União, a Controladoria Geral da união e o Ministério Público.

Ainda de acordo com Sepúlveda, Erenice pode, ao final do processo, receber a sanção de censura que, na prática, não a impede de assumir um cargo público, mas funciona como um aspecto negativo em seu currículo de servidora pública.

Outros casos que envolvem denúncias contra ministros, como Pedro Novais, do Turismo, estão entre os assuntos que a comissão deve analisar para decidir se haverá ou não investigação dentro do órgão. Ele é acusado de usar recursos públicos para pagar por uma festa em um motel.

Caso

A ministra, que sucedeu a presidenta Dilma Rousseff na Casa Civil quando ela saiu do posto para disputar a eleição, deixou o cargo em setembro, durante a campanha eleitoral, após denúncias de tráfico de influência. A investigação apura o um suposto envolvimento dos filhos da ex-ministra, Saulo e Israel Guerra, num esquema de lobby e tráfico de influência na Casa Civil. Eles teria favorecido empresas privadas em contratos com o governo.

    Leia tudo sobre: erenice guerratráfico influência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG