Reforma do Alvorada serviu de inspiração para a do Planalto

Residência oficial do presidente, o Palácio da Alvorada, quando reformado, retomou ambientação original

Severino Motta, iG Brasília |

Para se falar da reforma do Palácio do Planalto, é preciso antes se falar de uma outra: a do Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente. Lula e a primeira-dama Marisa Letícia quiseram resolver problemas elétricos e hidráulicos que existiam no local devido à idade da obra e necessidade de gambiarras para acomodar aparelhos modernos que sequer existiam quando Niemeyer idealizou a casa.

Ao fazer a reforma, que foi financiada pelo setor privado e iniciada em 2004, Marisa quis retomar o projeto original do Palácio, recompondo a idéia de Ana Maria Niemeyer. Lula gostou da proposta e, numa festa, encontrou o Diretor do Departamento de Documentação Histórica da Presidência, Cláudio Soares Rocha. Pediu a ele que ajudasse sua esposa na empreitada.

Cláudio ajudou e entregou um Alvorada modernista dois anos depois, em 2006. Mal havia concluído o serviço, Lula já falava na reforma do Palácio do Planalto, que sofria com os mesmos males do Alvorada.

Quando conseguiu transpor as barreiras burocráticas e dar início ao processo de reestruturação, o presidente chamou Cláudio novamente, que ficou responsável por uma “Comissão de Curadoria” com a missão de trazer para os anos de 1960 o novo Palácio do Planalto.

    Leia tudo sobre: PalácioPlanaltotourplantamaquete

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG