Recursos contra Ficha Limpa são mandados para STF

Expectativa é que distribuição aos ministros do Supremo aconteça amanhã, mas não há previsão para que eles sejam analisados

iG Brasília |

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, encaminhou esta quinta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) os recursos extraordinários dos candidatos que, por causa da Lei da Ficha Limpa, tiveram os registros de candidatura negados.

A assessoria de imprensa do STF informou que os recursos devem chegar até amanhã para serem distribuídos aos ministros. Além de Lewandowski, estão impedidos de participar da distribuição dos processos os ministros Marco Aurélio Mello e Carmem Lúcia, por acumularem função no TSE.

Os recursos aguardam ainda parecer da Procuradoria Geral da República. Segundo a assessoria, não há previsão para serem analisados. Ao todo, quatro candidatos questionaram no STF a decisão da Justiça Eleitoral.

O ex-governador Joaquim Roriz (PSC-DF), que renunciou à disputa pelo governo do Distrito Federal, foi o primeiro a protocolar o recurso, em meados de setembro. Seu registro foi negado por ter renunciado ao Senado em 2007, para escapar de ter o mandato cassado.

Já Maria de Lourdes Abadia (PSDB-DF), que disputa uma vaga no Senado, e os candidatos a deputados estaduais Fábio Tokarski (PCdoB-GO) e Francisco das Chagas (PSB-CE) foram impedidos pela Justiça Eleitoral de disputar o pleito à compra de voto. Os recursos dos três foram analisados pelo TSE esta semana.

    Leia tudo sobre: ficha limpastftselewandowskiroriz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG