PV pede cassação de deputados no Paraná

PV-PR protocolou pedido para abertura de processo administrativo contra presidente da Assembleia Legislativa e primeiro-secretário

Agência Estado |

O PV do Paraná protocolou hoje um pedido para abertura de processo administrativo contra o presidente da Assembleia Legislativa, Nelson Justus (DEM), e o primeiro-secretário, Alexandre Curi (PMDB). O partido pede a cassação dos mandatos por quebra de decoro parlamentar.

"Há um número grande de denúncias que chegam pela mídia, pelo Ministério Público, pelo Judiciário, e não é possível que tudo isso estivesse acontecendo sem o conhecimento da Assembleia", disse o dirigente do PV Paulo Salamuni. "Então, por ação ou por omissão, é preciso que alguém responda ou se responsabilize."

No pedido, com 39 páginas, o PV aponta denúncias feitas pela imprensa de que a Assembleia utilizava diários oficiais secretos para legalizar contratações de pessoas que não trabalhavam na Casa, mas apenas cediam os nomes para recebimento de salários. Pelas denúncias, os valores eram apropriados por terceiras pessoas. Em investigação, o Ministério Público do Estado comprovou que pelo menos R$ 26 milhões foram desviados entre 1994 e 2009. Três ex-diretores da Assembleia estão presos sob acusação de montarem e se beneficiarem do esquema.

O MP também apresentou à Justiça ação por improbidade administrativa contra Justus e Curi, alegando que regimentalmente eles são responsáveis pelo que acontece na Assembleia. Em relação ao pedido do PV, o presidente da Comissão de Ética da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Pedro Ivo (PT), deve analisar inicialmente se o encaminhamento direto à Comissão é admissível. Normalmente, ele deveria ser protocolado na mesa diretora, mas, como os dois principais membros estão envolvidos, foi direto à Comissão de Ética. Caso entenda-se como procedente, segue à Corregedoria, que instaura o processo administrativo.

Salamuni, que é pré-candidato ao governo do Estado pelo PV, esteve acompanhado do ouvidor do partido, Rubens Hering, que pretende disputar o Senado. Os deputados citados não se pronunciaram sobre o pedido de investigação.

    Leia tudo sobre: PVnelson justusalexandre curiDEMPMDB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG