PT reivindica 104 cargos no governo federal

Na primeira tarefa do presidente Rui Falcão, sigla entregou à Casa Civil lista de nomes para compor segundo e terceiro escalão

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

O PT entregou à Casa Civil uma lista com 104 nomes indicados pelo partido para cargos de segundo e terceiro escalão no governo federal. As negociações para preenchimento dos cargos, alguns deles hoje sob comando de aliados como o PMDB, será a primeira tarefa do deputado estadual Rui Falcão (PT-SP) na presidência da legenda.

AE
Negociação de cargos será primeira tarefa do novo presidente do PT
A lista que está nas mãos do ministro Antonio Palocci foi elaborada pelo secretário de Organização do partido, Paulo Frateschi, e pelo ex-tesoureiro Paulo Ferreira, com base em um mapeamento de cargos no governo federal feito ainda no final da gestão Luiz Inácio Lula da Silva .

A primeira batalha será pela presidência do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), hoje sob o comando de Roberto Smith, indicado pelo governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), e pela bancada petista no Estado. O PT quer manter o posto, mas o ministro da Fazenda, Guido Mantega, tem dito que pretende nomear um técnico com experiência no mercado financeiro.

Outro alvo é o setor elétrico. Depois de tirar parte da direção de Furnas das mãos do PMDB, o PT indicou nomes para as presidências e diretorias fundamentais de estatais como Eletrobrás e Eletronorte (sob influência da família Sarney).

Animado pelas vitórias nas disputas por Furnas e pela Funasa, o PT também prepara uma ofensiva sobre o setor de obras, em espacial da superintendências regionais do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), também sob o comando de aliados.

Segundo dirigentes petistas, o acompanhamento e cobrança no preenchimento dos cargos entrou na pauta da primeira reunião de trabalho de Rui Falcão após sua confirmação na presidência do PT.

    Leia tudo sobre: ptrui falcão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG