Na primeira tarefa do presidente Rui Falcão, sigla entregou à Casa Civil lista de nomes para compor segundo e terceiro escalão

O PT entregou à Casa Civil uma lista com 104 nomes indicados pelo partido para cargos de segundo e terceiro escalão no governo federal. As negociações para preenchimento dos cargos, alguns deles hoje sob comando de aliados como o PMDB, será a primeira tarefa do deputado estadual Rui Falcão (PT-SP) na presidência da legenda.

AE
Negociação de cargos será primeira tarefa do novo presidente do PT
A lista que está nas mãos do ministro Antonio Palocci foi elaborada pelo secretário de Organização do partido, Paulo Frateschi, e pelo ex-tesoureiro Paulo Ferreira, com base em um mapeamento de cargos no governo federal feito ainda no final da gestão Luiz Inácio Lula da Silva .

A primeira batalha será pela presidência do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), hoje sob o comando de Roberto Smith, indicado pelo governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), e pela bancada petista no Estado. O PT quer manter o posto, mas o ministro da Fazenda, Guido Mantega, tem dito que pretende nomear um técnico com experiência no mercado financeiro.

Outro alvo é o setor elétrico. Depois de tirar parte da direção de Furnas das mãos do PMDB, o PT indicou nomes para as presidências e diretorias fundamentais de estatais como Eletrobrás e Eletronorte (sob influência da família Sarney).

Animado pelas vitórias nas disputas por Furnas e pela Funasa, o PT também prepara uma ofensiva sobre o setor de obras, em espacial da superintendências regionais do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), também sob o comando de aliados.

Segundo dirigentes petistas, o acompanhamento e cobrança no preenchimento dos cargos entrou na pauta da primeira reunião de trabalho de Rui Falcão após sua confirmação na presidência do PT.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.