PT reage a Jobim e vê ação para afastar PMDB de Dilma

Reunido em São Paulo, grupo que dá as cartas no partido avalia que ministro joga em favor da oposição

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

Petistas reunidos neste final de semana em um hotel no centro de São Paulo para um seminário do grupo hegemônico do partido avaliaram que as declarações polêmicas do ministro da Defesa, Nelson Jobim, têm como objetivo forçar a presidenta Dilma Rousseff a demiti-lo e, assim, desencadear uma crise entre seu partido, o PMDB, e o governo.

AE
Jobim abriu polêmica ao referir-se a "idiotas" em festa de FHC e ao declarar abertamente voto em José Serra
“O Jobim já está do outro lado há muito tempo. O que ele quer é fazer constar em seu currículo que foi demitido pela Dilma”, disse o deputado Jilmar Tatto (PT-SP).

Segundo dirigentes petistas ouvidos pelo iG , a avaliação do partido é que Jobim tem feito o jogo do tucano José Serra para criar uma fissura entre o governo e o PMDB. “Eles sabem que o PMDB é o partido que tem o maior potencial oposicionista e querem jogar o partido contra a Dilma”, afirmou um dirigente.

O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse que Dilma está avaliando sozinha o caso de Jobim. “É uma questão que a presidenta tomou para ela e nos pediu para deixar com ela”, disse Carvalho.

A opinião pessoal do ministro, um dos mais próximos da presidenta, com direito a gabinete no Palácio do Planalto, é que as declarações de Jobim foram “desnecessárias”.

Nas comemorações pelo aniversário de 80 anos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em Brasília, Jobim fez um discurso dúbio no qual usou várias vezes a palavra “idiotas”.

Alguns petistas interpretaram como uma referência ao partido e à própria presidenta. Jobim veio a público dizer que se referia a jornalistas.

Na semana passada o ministro voltou a causar polêmica em uma entrevista na qual revelou ter votado em José Serra na eleição do ano passado.

Enquanto a grande maioria dos petistas criticavam o ministro da Defesa, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, amigo pessoal de Jobim, saiu em sua defesa. "Isso é irrelevante. Todos sabemos da relação do Jobim com o Serra. Ele é um progressista. Não é um homem de direita", disse Dirceu.

    Leia tudo sobre: PTNelson Jobim

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG