PT e PMDB: ¿Vamos ter palanque único em Minas¿

Partidos discutiram impasse da base aliada no Estado. Ficou para 6 de junho a composição da chapa para governo.

Andréia Sadi, iG Brasília |

Após reunião nesta quarta-feira, PMDB e PT definiram que a candidata Dilma Rousseff subirá em palanque único em Minas Gerais, mas adiaram a decisão sobre quem vai encabeçar a chapa ao governo. Ao lado dos pré-candidatos Fernando Pimentel e Hélio Costa, o presidente do PT, José Eduardo Dutra, disse que a decisão será tomada no dia 6 de junho. “Não vai haver um palanque do PT e outro do PMDB”, garantiu Dutra.

Dutra disse que as bases dos partidos serão consultadas até a data para definir a composição da chapa. Segundo ele, os critérios serão políticos para escolher o nome da cabeça de chapa. “É um conjunto de fatores. Uma conversa política que está embasada no princípio inicial: vamos construir um palanque único”, disse.

Participaram da reunião o presidente do PMDB, Michel Temer, o líder do partido na Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, além dos presidentes estaduais do PT e PMDB, Reginaldo Lopes e Antonio Andrade, respectivamente.

Segundo maior colégio eleitoral no País, Minas Gerais é um Estado estratégico para a disputa pela Presidência da República. Nas duas últimas eleições, Lula venceu em Minas apesar de o PT não ter sequer disputado o segundo turno na eleição para o governo do Estado: Aécio Neves foi vitorioso em ambas.

    Leia tudo sobre: Hélio CostaPTPMDBSenadoPimentel

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG