PT de Fortaleza tem 13 pré-candidatos para a disputa municipal

Sigla tenta se manter no comando da capital do Ceará, que administra desde 2005

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

AE
A prefeita Luizianne Lins, de Fortaleza: "O PT não tem problema de nome. Agora, vamos aprofundar a discussão política", diz ela
O PT apresentou 13 nomes para a sucessão municipal de Fortaleza . Todas as alas da sigla apostaram suas fichas na intenção de ocupar, a partir de 2013, a cadeira da prefeita e presidente estadual do partido, Luizianne Lins .

Leia também: Sucessão em Fortaleza racha PSB e ameaça aliança com PT

As executivas estadual e municipal de Fortaleza se reuniram na noite de terça-feira (19) e identificaram os 13 possíveis nomes para a sucessão municipal de 2012. Com tantas pré-candidaturas, o PT aproveitou para definir também uma agenda de debates para  chegar a um nome comum. “O PT não tem problema de nome. Agora, vamos aprofundar a discussão política", disse Luizianne.

Luizianne Lins conhece bem a importância de “aprofundar a discussão” no PT.  Ela teve de fazer algo do tipo em 2004 - durante as eleições.

Quando saiu candidata pela primeira vez, em 2004, a prefeita teve que lutar contra a direção nacional e local do partido. A cúpula apoiava incondicionalmente o nome do hoje senador Inácio Arruda (PCdoB). Luizianne enfrentou a direção do partido, disputou a eleição, foi para o segundo turno e acabou ganhando - o PT e as eleições - graças à parceria com o PSB.

Em 2006, a aliança PT/PSB garantiu a primeira vitória do governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), a reeleição de Luizianne em 2008 e a de Cid em 2010. Agora, com a prefeita fora da disputa, não faltam nomes de olho no capital político da atual administração que, apesar de enfrentar duras críticas, ainda conta com forte apoio popular na periferia da capital.

Entre os nomes apresentados pelo PT estão o presidente da Câmara de Fortaleza, vereador Acrísio Sena, o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Antônio Carlos, o deputado federal Artur Bruno e o secretário das Cidades do Governo Cid, Camilo Santana. É com Camilo Santana que a história vivida por Luizianne Lins em 2004 pode se repetir. Ele tem a benção da ala cidista do PSB e a simpatia de uma ala do PT. É por essa candidatura que passa a manutenção da aliança entre os dois partidos.

    Leia tudo sobre: luizianne linscid gomesfortalezacearápt

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG