PT atrai PCdoB e isola Skaf ainda mais

Mercadante elogia Netinho, indicando que a vaga na chapa poderá ser ocupada pelo PCdoB. Ação deve pressionar PSB sobre aliança

Nara Alves, iG São Paulo |

AE
Netinho e Mercadante fazem campanha em Campinas
Os elogios do pré-candidato petista ao governo de São Paulo, Aloisio Mercadante, ao vereador Netinho de Paula (PCdoB) indicam que a aliança do PT com os comunistas está prestes a ser oficializada. A troca de afagos entre os dois foi o pontapé inicial de uma procissão que começou hoje na região metropolitana de São Paulo. O apresentador é postulante à outra vaga de candidato ao Senado ao lado da ex-ministra Marta Suplicy. Com o aceno, Mercadante pressiona o PSB sobre convite feito ao vereador Gabriel Chalita, ex-secretário de Educação do governo de Geraldo Alckmin (PSDB), de concorrer ao Senado na chapa petista. Mercadante nega que haja uma decisão final sobre o assunto.

Se a aliança do PT com o PCdoB for formalizada, a pré-candidatura do PSB ao governo do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, ficará ainda mais frágil. O PSB esperava que a retirada da candidatura de Ciro Gomes à Presidência permitisse um acordo com os comunistas em São Paulo, o que não aconteceu. Com isso, a única alternativa de Skaf seria a coligação com o PP, que lhe daria cerca de quatro minutos de propaganda. Para isolar Skaf ainda mais, o PT está incentivando a candidatura do deputado Celso Russomano ao governo de São Paulo em aliança com o PTB.

A vaga de vice de Mercadante oferecida a Paulo Skaf, que insiste na candidatura própria, ficou com o PDT. Para selar a aliança, o partido realiza amanhã uma festa para 1.500 pessoas na cidade de Limeira , a 154 quilômetros da capital paulista. Por recomendação do PT, o nome do indicado à vaga não será divulgado no evento. Segundo iG apurou, o ex-prefeito de São José do Rio Preto, no interior paulista, Manoel Antunes (PDT) é o principal nome. A festa do PDT ocorrerá simultaneamente ao lançamento da pré-candidatura do maior adversário do PT nessas eleições no Estado, o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), na cidade de São Paulo.

    Leia tudo sobre: São PauloeleiçõesMercadante

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG