Objetivo é investigar a atuação do deputado no Ministério dos Transportes

Valdemar da Costa Neto, deputado federal pelo PR de São Paulo
AE
Valdemar da Costa Neto, deputado federal pelo PR de São Paulo
selo

O PSOL e o PPS apresentarão amanhã uma representação no Conselho de Ética da Câmara contra o deputado Valdemar da Costa Neto (PR-SP).

Leia a cobertura completa sobre a crise no Ministério dos Transportes

Os partidos pedirão que se investigue a atuação de Valdemar e pessoas de sua confiança no Ministério dos Transportes e em outros postos no governo federal. Nas últimas semanas, emergiu a interferência de Valdemar na liberação de verbas da pasta. O Conselho pode recomendar a cassação do mandato do deputado.

O líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), disse que a representação terá como base as reportagens da revista "Veja" que acusam Valdemar de participar de uma espécie de "mensalão" no Ministério dos Transportes e a entrevista dada pelo deputado a uma rádio de Mogi das Cruzes na qual ele diz que procura indicar diretor para um banco público para conseguir liberar mais facilmente recursos para aliados.

Atualmente, o deputado é réu no processo do mensalão , acusado de receber R$ 11 milhões do publicitário Marcos Valério.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.