PSDB do Ceará promete cassar mandatos de infiéis no Estado

Partido decide ir à Justiça para reaver as cadeiras que perdeu por causa dos parlamentares que deixaram a sigla

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Quem se desfiliar sem migrar para um novo partido, e que não tenha uma justificativa, saiba que nós vamos buscar o seu mandato”

O PSDB pretende reaver os mandatos das pessoas que deixaram a sigla no Ceará. O diretório estadual da sigla recebeu nesta sexta-feira (8) a orientação da cúpula nacional. A ordem é “caçar” os infiéis - e cassar os seus mandatos.

Quem se desfiliar sem migrar para um novo partido, e que não tenha uma justificativa, saiba que nós vamos buscar o seu mandato”, avisou o presidente estadual da sigla, Marcos Cals.

O primeiro da lista é o deputado licenciado, esecretário de Esporte do Ceará, Gony Arruda . Hoje sem partido, Gony se antecipou à decisão da sigla de expulsá-lo. Segundo Cals, o pedido para reaver a cadeira do PSDB na Assembleia Legislativa foi protocolado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) assim que a orientação do diretório nacional chegou.

O PSDB tem sete parlamentares exercendo mandatos. Contudo, além de Gony, dois deputados já anunciaram desfiliação. Os outros se negam a ser oposição e até agora não votaram contra nenhuma matéria do governo . “Mais da metade da bancada do PSDB é governo. Até agora as mensagens não foram polêmicas. Quando houver, vamos fazer reunião com os deputados. Se for questão fechada, vamos cobrar o posicionamento”, disse Cals.

Mais da metade da bancada do PSDB é governo. Até agora as mensagens não foram polêmicas. Quando houver, vamos fazer reunião com os deputados. Se for questão fechada, vamos cobrar o posicionamento”

Apesar do aviso, Marcos Cals nega que essa seja uma estratégia para intimidar aqueles que pensam em deixar a sigla, cenário que se desenhou a partir da derrota do ex-senador Tasso Jereissati (SPDB) nas eleições de 2010. “Não estamos atrás de fazer que fulano ou sicrano recuem. Queremos os mandatos que são do partido”, afirmou.

Intervenção “branca”

No último dia 24 de junho, o iG revelou que o PSDB faria intervenções "brancas" nos diretórios estaduais na tentativa de fortalecer a estrutura partidária para as eleições municipais de 2012. Com esta medida, o Nordeste - onde o País mais sofreu eleitoralmente nos últimos anos -  teria um “tratamento especial”. No Ceará, o objetivo é fortalecer Tasso Jereissati e enquadrar os parlamentares que estejam alinhados com o governador Cid Gomes .

Para Cals, ter Tasso na presidência do Instituto Teotônio Vilela, um centro de pesquisas políticas do PSDB, é um passo importante nesse fortalecimento. “Isso significa não só para o Estado do Ceará, mas para todo Brasil, que nós teremos informações técnicas e estudos para que possamos fazer uma oposição com coerência. Hoje, como não há informação, não há como contestar os dados apresentados pelo governo do Ceará de uma forma fundamentada”, explicou.

Hoje o PSDB detém 54 das 184 prefeituras do Ceará. O partido possui 75 diretórios municipais e pretende chegar a 135 até o mês de setembro. Apesar dos planos de expansão pelo interior do Estado, o comando da capital Fortaleza é prioridade para sigla.

    Leia tudo sobre: cid gomescearáeleições 2012Marcos Cals.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG