PSDB critica Lula e disputa por cargos no governo Dilma

Para partido, "brigas explícitas por cargos e orçamentos são indefensáveis"; sobre Lula, sigla diz que ele comete irregularidades

AE |

selo

O presidente nacional do PSDB e deputado eleito por Pernambuco, Sérgio Guerra, divulgou nota oficial na tarde desta sexta-feira (7) manifestando o repúdio da legenda às disputas explícitas entre partidos da base governista por cargos do segundo escalão e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que passa férias com a família em uma base militar. O iG antecipou que Lula passaria temporada de férias no Forte dos Andradas e questionou o Exército se as instalações da corporação para temporadas de veraneio é uma prerrogativa dos ex-presidentes.

De acordo com a nota, "as brigas explícitas por cargos e orçamentos são indefensáveis".

"A organização do governo Dilma Rousseff mostra-se precária e está apenas voltada para atender interesses não republicanos", afirma o partido. "E os prenúncios indicam que o clima tende a piorar com as disputas pelo 2º escalão, uma vez que não se está nomeando por mérito e competência, mas refletindo a pressão de grupos formados por uma 'maioria' parlamentar sustentada em favores e favorecimentos", completa.

Diante desses fatos, que na visão do PSDB ferem os interesses republicanos, a Executiva Nacional do partido convocou reunião para o final do mês para discutir o cenário político e definir as suas linhas de ação na abertura do ano legislativo. O PSDB também vai discutir com as demais siglas de oposição ações conjuntas de crítica e questionamento do novo governo Dilma Rousseff.

Sobre a conduta do ex-presidente Lula, que desfruta seus dias de férias em uma base militar no Guarujá, no litoral paulista, a Executiva do PSDB considera que seus "primeiros atos prenunciam um ex-presidente envolvido em irregularidade, à procura desesperada por exibição".

"Lula, faz pouco tempo, disse que ensinaria como agir um ex-presidente, referindo-se claramente a Fernando Henrique Cardoso. Seus primeiros atos prenunciam um ex-presidente envolvido em irregularidades, à procura desesperada por exibição, confirmando que não saberá deslocar-se do Poder e suas estruturas, às quais ele não tem mais direito", diz o texto.

    Leia tudo sobre: PSDBdilmalulacríticas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG