PSDB busca construir palanque no DF sem Roriz

Setores do PSDB trabalham para construir um palanque no Distrito Federal que não abrigue o ex-governador

Agência Estado |

Ao mesmo tempo que costura aliança nacional com o PSC para aumentar o tempo de propaganda eleitoral do presidenciável José Serra no rádio e na TV, setores do PSDB trabalham para construir um palanque no Distrito Federal que não abrigue o ex-governador Joaquim Roriz (PSC). Envolvido em denúncias de corrupção, Roriz terá dificuldades de voltar ao governo local pela quinta vez.

Os tucanos trabalham com duas alternativas: lançar a ex-governadora Maria de Lourdes Abadia na disputa ou ajudar a montar um palanque "neutro", que encampe o discurso suprapartidário de resolver a crise política instalada no DF desde novembro.

O PSDB do DF passa por uma crise de comando desde dezembro, quando o nome do presidente local do partido, Márcio Machado, apareceu na lista de envolvidos na Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal (PF), que investiga o chamado "mensalão do DEM" - suposta distribuição de propina para aliados do então governador José Roberto Arruda, na ocasião filiado ao DEM.

Por ordem da Executiva Nacional tucana, Machado deixou o posto de secretário de Obras e se licenciou do cargo de presidente da sigla. Foi ele o autor do documento que relacionava o nome das empresas "abordadas" para ajudar, de maneira ilícita, a campanha de Arruda em 2006. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: PSDBeleições 2010Distrito Federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG