PSDB busca consenso para novo Código Florestal

Com parecer do relator Aldo Rebelo definido, bancada tucana põe projeto do novo Código Florestal na pauta interna

AE |

selo

A bancada do PSDB na Câmara volta a discutir o projeto do novo Código Florestal, relatado pelo deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), em uma reunião amanhã, às 10 horas. Na semana passada não houve uma posição dos tucanos porque Rebelo ainda não havia finalizado novas mudanças em seu projeto, um substitutivo ao substitutivo ao projeto de lei 1876/99. O substitutivo foi criado a partir da comissão especial criada na Câmara no ano passado para discutir o tema, da qual Rebelo foi o relator.

Segundo Duarte Nogueira (PSDB-SP), líder tucano na Câmara, na reunião de amanhã Rebelo estará presente e fará uma exposição sobre o seu parecer que, entre outros pontos, define novas regras de produção agrícola e proteção ao meio ambiente. "Após a reunião faremos uma discussão interna. Nosso trabalho é no sentido de buscar uma orientação majoritária ou, se possível, encontrar um consenso sobre o assunto", informou Nogueira.

Apesar de a maioria dos 53 deputados tucanos ser favorável às mudanças no Código Florestal, o deputado Ricardo Trípoli (PSDB-SP), ambientalista, é contra pontos do projeto, como o afrouxamento das punições e restrições ambientais para produtores rurais. Com isso, é possível que o PSDB oriente pela aprovação do texto de Rebelo, mas libere a bancada para a votação.

    Leia tudo sobre: psdbcódigo florestalaldo rebelo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG