PSB quer lugar na coordenação de campanha de Dilma

Eduardo Campos anuncia aliança, mas cobra apoio de candidata mesmo em Estados onde PT é adversário do PSB

Adriano Ceolin, iG Brasília |

O PSB anunciou nesta quarta-feira a aliança com a candidata à presidência, Dilma Rousseff (PT), mas ressaltou que ela terá de subir nos palanques de petistas e socialistas nos Estados onde os partidos são adversários. Os socialistas também querem participação na coordenação de campanha e produção de programa de governo.

AE
Presidente do PSB, Eduardo Campos, cumprimenta Dilma Rousseff

“Ela [Dilma] vai na atividade de um partido e depois vai na de outro. Não dá para não ir a um palanque que dá apoio à candidatura dela”, disse o presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

Campos quer também que o PSB ocupe espaço na coordenação da campanha, atualmente formada apenas por petistas. “Essa campanha que se inicia não é uma campanha só do PT. É uma campanha da frente dos partidos que dão apoio a ela”, disse.

O governador de Pernambuco afirmou que no dia 21 o partido a aliança de Dilma será submetida à Executiva. Na oportunidade, deverá ser produzido um documento que contará as principais propostas para integrar o programa de governo da petista.

Atualmente, o PT e o PSB são tem alianças adversárias no Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Amapá, Paraíba, Rio Grande do Sul e São Paulo, onde recentemente os petistas tentaram agir para enterrar a candidatura de Paulo Skaf ao governo.

O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, também foi ao encontro e garantiu que Dilma deverá participar de atividades dos palanques do PSB nos Estados.

Dilma falou antes de Campos, logo após o final do encontro. Ela ressaltou que a aliança com o PSB “é estratégica e história”. Também fez declarações elogiosas ao deputado Ciro Gomes (CE), que foi impedido pelo PSB de disputar a presidência.

“Respeito e admiro o deputado Ciro Gomes. Além disso, tenho relações afetivas com o deputado”, disse. “Como eu sempre disse, eu não tenho certeza que nós estaremos do mesmo lado”, completou.

    Leia tudo sobre: PSBDilmapalanque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG