Procuradoria defende cancelamento de pensão de Dias

Benefício a ex-governador tucano é de R$ 24 mil, mas Procuradoria-Geral do Paraná diz que pedido foi feito fora do prazo legal

AE |

selo

A Procuradoria-Geral do Paraná encaminhou parecer à Secretaria de Estado da Administração e Previdência orientando que a aposentadoria vitalícia do ex-governador e senador Alvaro Dias (PSDB) seja cancelada.

Ela foi concedida em outubro do ano passado, e o ex-governador recebeu por dois meses o valor bruto de cerca de R$ 24 mil.

Em entrevista, Alvaro Dias disse que os valores foram doados a uma entidade de assistência social.

A argumentação da Procuradoria é que o pedido foi feito fora do prazo legal de cinco anos do término do cargo.

O órgão também deu parecer contrário ao pedido de retroatividade, considerando violação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que veda concessão de benefícios financeiros se não houver recursos orçamentários previstos e não permite que atos dessa natureza sejam efetivados 180 dias antes do término de um mandato.

    Leia tudo sobre: alvaro diaspsdbpensãoex-governadoresparaná

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG