Presidente do PSB elogia Dilma, Serra e Marina

Com a saída de Ciro Gomes da disputa presidencial, partido define em junho que candidato vai apoiar. Caminho natural é Dilma, diz

Valmir Moratelli, enviado especial a Olinda (PE) |

O presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos, afirmou que o “caminho natural” do partido é apoiar a pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, mas que isso será decidido só em junho. Até lá, o PSB deve manter o suspense. A legenda enterrou a candidatura à Presidência do deputado Ciro Gomes (PSB-CE) no último dia 27 de abril, conforme o iG antecipou .

“É o caminho natural apoiá-la (Dilma), mas não posso me antecipar ao que o partido vai decidir em conjunto”, disse na noite de domingo no Palácio do Governo, durante o encerramento do 14º Cine Fest PE, festival de cinema de Olinda. Segundo ele, o diretório do partido irá se reunir no próximo dia 2 de junho, para tomar uma decisão oficial sobre o apoio.

AE
Eduardo Campos: PSB se reúne em junho para definir apoio

Eduardo Campos evitou criticar os adversários da petista e elogiou os principais pré-candidatos à Presidência. “O Brasil tem uma democracia jovem, mas temos três candidatos com compromissos democráticos e que honram a política. Dilma, Serra e Marina têm vida dedicada à causa pública. É ótimo para um país dessa dimensão, ter eleição daqui a cinco meses, e não ficarmos assombrados com qualquer possibilidade de resultado”, disse.

Para Campos, a relação do partido com Ciro Gomes não ficou desgastada apesar da decisão contrária à vontade do deputado. “É claro que não foi a decisão que ele gostaria. Mas agora é tocar para frente”, afirmou. O presidente do PSB justificou dizendo que “não tinha outro caminho a não ser pôr a decisão do partido em primeiro lugar”.

    Leia tudo sobre: Eduardo CamposPSB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG