Presidente do Ibama deixa cargo em meio à montagem do 2º escalão

Despacho que formalizou a exoneração, publicado no Diário Oficial, diz que saída ocorreu 'a pedido'

iG São Paulo |

Em meio à polêmica aberta no governo da presidenta Dilma Rousseff por causa da montagem do segundo escalão, o presidente do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Abelardo Bayma Azevedo, foi exonerado do cargo. Segundo despacho publicado hoje no Diário Oficial da União (DOU), Bayma teria deixado o cargo "a pedido".

Azevedo estava no comando do Ibama desde abril de 2010, época em que a ministra Izabella Teixeira assumiu o Ministério do Meio Ambiente. Por enquanto, não há definição sobre quem ficará no comando do órgão ambiental.

A edição desta quarta-feira do Diário Oficial trouxe ainda a exoneração, também a pedido, de Gerson Galvão, subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração da secretaria-executiva do ministério do Meio Ambiente, e de Guilherme Euclides Brandão, da diretoria do Departamento de Gestão Estratégica da secretaria-executiva do ministério do Meio Ambiente.

* Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: ibamapresidênciaexoneração

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG