Dirigente do PSDB dá bronca pública em Serra

Vídeo mostra Valdemiro Júnior, presidente do diretório tucano em Ermelino Matarazzo, dizendo que ex-governador 'esmaga' o partido

iG São Paulo |

Recém-lançado pré-candidato à prefeitura paulistana pelo PSDB, o ex-governador José Serra levou uma bronca pública do dirigente tucano Valdemiro Júnior, presidente do diretório do partido em Ermelino Matarazzo, zona leste da capital paulista. O pito ocorreu durante um evento com a militância, organizado na última quarta-feira, no qual Serra esteve acompanhado do secretário de Meio Ambiente no Estado, Bruno Covas, um dos pré-candidatos tucanos que desistiram da disputa em benefício do ex-governador.

Rearranjo: Serra anuncia candidatura e negocia entrada nas prévias
Discurso: Ao formalizar candidatura, Serra nacionaliza disputa em São Paulo

"Não é uma sensação agradável estar aqui na sua frente. Eu tento ser verdadeiro comigo mesmo e com as pessoas que acreditam em mim e que acreditaram no projeto ( de prévias do partido ). Não foi nada fácil se movimentar dentro do partido levantando uma bandeira meio pesada, a bandeira do nosso partido", disse Valdomiro no microfone.

Assista ao vídeo

Enquanto o presidente do diretório se pronunciava, Serra mudou a expressão e mexeu em seu celular. "O senhor teve muitas oportunidades de fortalecer nosso partido, de fazer nossa juventude ser forte, nosso militante ser valente e combater. Infelizmente, o senhor não fez a lição de casa", continuou Valdemiro. "Fica difícil hoje, depois de tudo que aconteceu, ver o senhor com toda a sua força vir e esmaga, inclusive o nosso partido (...) Quero que o senhor tenha sorte, mas quero que o partido tenha mais sorte que o senhor."

José Serra anunciou oficialmente na última segunda-feira sua pré-candidatura à prefeitura . Sua entrada na disputa levou dois pré-candidatos do partido a desistirem das prévias - Covas e Andrea Matarazzo.

As prévias do partido para decidir o candidato, que seriam realizadas inicialmente em 4 de março, também foram adiadas para o dia 25, para que o ex-governador paulista tivesse tempo de se preparar, o que provocou críticas em alguns setores da legenda. José Aníbal e Ricardo Trípoli, outros dois pré-candidatos, se mantiveram no pleito interno.

    Leia tudo sobre: josé serraeleições 2012psdbprefeiturasão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG