Presidente da OAB critica Bolsonaro por declarações

Ophir Cavalcanti disse que declarações do deputado são "incompatíveis com a dignidade do Parlamento"

AE |

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, divulgou uma nota hoje em que condena as declarações do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) , que, em entrevista ao programa CQC, na noite da últimasegunda-feira, classificou de "promiscuidade" a possibilidade de um filho se relacionar com uma mulher negra e fez ataques a homossexuais.

Ophir classificou que as declarações do deputado "violam a Constituição e a lei" e são também "incompatíveis com a dignidade do Parlamento e com a relevância do cargo de deputado federal".

O presidente da OAB diz acreditar que a Câmara dos Deputados dever abrir processo contra o parlamentar por quebra de decoro "e, se for o caso, afastá-lo mesmo das funções".

    Leia tudo sobre: jair bolsonaropolêmicamovimento gayOAB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG