Presidente da Câmara assume Prefeitura de Campinas

Justiça negou pedido de anulação do afastamento do petista Demétrio Vilargo

AE |

selo

O presidente da Câmara, Pedro Serafim Júnior (PDT), assumiu hoje a Prefeitura de Campinas após a Justiça negar o pedido de anulação do afastamento do então prefeito Demétrio Vilagra (PT) aprovado pelo Legislativo na quarta-feira.

A defesa de Vilagra recorreu da decisão do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Campinas, Mauro Fukumoto, junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Segundo o advogado Hélio Silveira, não há embasamento legal para o pedido de afastamento.

Vilagra ficará afastado por 90 dias, até que a Comissão Processante (CP) instalada no Legislativo termine seu trabalho de apuração de suposto envolvimento do petista em esquema de corrupção na Sanasa, a empresa de saneamento do município.

Serafim Júnior cumpria o quarto mandato consecutivo como vereador, desta vez pelo PDT de Hélio de Oliveira Santos, ex-prefeito cassado no fim de agosto por decisão da Câmara campineira. "É preciso lembrar que ocuparei o cargo de forma temporária", afirmou o pedetista. Com a saída de Vilagra, pediram exoneração o chefe de Gabinete, Nilson Lucílio, e o secretário de Comunicação, Otávio Antunes.

No lugar de Serafim Júnior na Presidência da Câmara assumiu na manhã desta sexta-feira o vereador Thiago Ferrari (PTB).

    Leia tudo sobre: Fraude em CampinasCampinas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG