Pré-sal: debate sobre royalties só virá após eleições

A base governista no Senado pretende acelerar a votação dos projetos de lei das reservas de petróleo do pré-sal

Agência Estado |

A base governista no Senado já definiu uma estratégia para acelerar a votação dos projetos de lei das reservas de petróleo do pré-sal, evitando a polêmica da distribuição dos royalties. O deputado federal Brizola Neto (PDT-RJ) disse ontem que a ideia é pegar parte do texto do projeto de partilha e inserir como substitutivo em um dos outros três projetos que tratam da matéria, possivelmente o relativo ao fundo social.

Dessa maneira, explicou o deputado, o Senado retira da pauta a discussão sobre os royalties, que foi inserida por meio da chamada Emenda Ibsen, do deputado Ibsen Pinheiro (PMDB-RS).

Quando o projeto modificado retornar à Câmara, os royalties estarão fora de pauta. Hoje e amanhã deve ser votado o projeto do fundo social. Na semana que vem, os demais, incluindo o da capitalização da Petrobrás. "A estratégia deixa a discussão dos royalties para um segundo momento, no qual o Congresso não estará sob influência das eleições", afirmou Brizola Neto.

    Leia tudo sobre: Pré-salbase aliadaCongresso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG