Prefeitura diz que 'não mistura política com gestão'

Administração de Kassab diz que envio de Feldman a Londres reflete o fato de a capital paulista colaborar com Olimpiada de 2016

Nara Alves e Flávia D'Angelo, iG São Paulo |

A Prefeitura de São Paulo diz que a decisão de enviar o ex-tucano Walter Feldman para uma temporada de seis meses em Londres reflete o fato de a cidade de São Paulo colaborar em diversos aspectos com a realização dos Jogos Olímpicos no Rio, em 2016. Segundo a assessoria do prefeito Gilberto Kassab, a capital paulista vai sediar várias provas de salto, por exemplo, no Centro Olímpico de São Paulo.

A estrutura da capital, segundo a prefeitura, também deve servir para o treinamento e aclimação dos atletas estrangeiros. "A Prefeitura de São Paulo não mistura política com gestão. A próxima olimpíada será no Rio de Janeiro, mas a cidade de São Paulo vai colaborar com o evento", afirmou a equipe de Kassab, em nota encaminhada à reportagem do iG .

A prefeitura confirmou ainda que Feldman embarcou para Londres em 27 de abril, onde poderá permanecer por até seis meses, retornando a São Paulo "por algumas vezes neste período sempre que for necessário". "Como secretário especial, Feldman recebe salário mensal da prefeitura, mas as despesas extraordinárias não são pagas pela administração municipal", reiterou a administração municipal.

A nota aponta ainda que Feldman já participou de eventos como um seminário da União Mundial das Cidades Olímpica. "Também está em contato permanente com os órgãos responsáveis pela organização da Olimpíada de Londres, a fim de acompanhar de perto todo o trabalho envolvido no evento e trazer este know-how para São Paulo", conclui o texto. 

    Leia tudo sobre: Walter FeldmanGilberto Kassab

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG