Prefeitura de Ribeirão Preto corta 10% do orçamento

Com um programa online, prefeitura pretende monitorar teto de gastos e, caso ultrapasse o valor, a conta da pasta será bloqueada

Agência Estado |

selo

Para economizar cerca de R$ 20 milhões neste ano, a prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera (DEM), baixou um decreto para contingenciamento de gastos das secretarias municipais. Esse valor representa cerca de 10% da dotação orçamentária destinada às pastas, de R$ 195,9 milhões. A medida foi publicada hoje no Diário Oficial do Município e só não atingirá as secretarias de Educação e Saúde.

As obras realizadas pela prefeitura vão continuar e Dárcy quer economizar em gastos com água, energia, papel, telefone e viagens. "Essas medidas são difíceis, mas necessárias", afirma a prefeita. O orçamento de 2010 ainda não foi fechado, mas deverá apresentar déficit entre R$ 80 milhões e R$ 100 milhões - a previsão inicial era um déficit de R$ 43 milhões. Em 2009, a prefeitura fechou o orçamento com um saldo negativo de R$ 27,2 milhões.

Para acompanhar os gastos das secretarias, a prefeitura utilizará um programa online. Assim, o sistema bloqueará a conta da pasta quando o gasto atingir o valor mensal estabelecido (o total foi dividido pelos 12 meses). A prefeitura também deverá endurecer na cobrança da dívida ativa, principalmente os R$ 500 milhões que são devidos por empresas.

    Leia tudo sobre: prefeituragastosorçamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG