Prefeito de Manaus diz para moradora de área de risco "morrer"

Assessoria de Amazonino afirma que após discussão com moradora houve acordo para retirada das famílias da região

iG São Paulo |

O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (PTB), discutiu nesta segunda-feira com uma moradora da Comunidade Santa Marta, na periferia da cidade, onde no fim de semana três pessoas morreram após o desabamento de um barraco. A moradora, a doméstica Laudenice Cantalista de Paiva, disse ao prefeito que não poderia sair da área de risco por não ter outra opção. Amazonino, então, respondeu: "se vai continuar aqui então morra minha filha, morra".

O bate-boca foi registrado pelo repórter Sérgio Costa e pelo cinegrafista Fernando Reis, do site Mano Repórter . Segundo a reportagem, Amazonino foi recebido com hostilidade por um grupo de moradores.

A assessoria da Prefeitura de Manaus disse ao iG que o vídeo publicado não mostra a segunda parte da conversa entre Amazonino e os moradores. Segundo a assessoria, o prefeito se reuniu com alguns representantes da comunidade e prometeu pagar aluguéis sociais para as famílias que saíssem da área de risco. Além disso, Amazonino prometeu uma série de ações junto à Defesa Civil e um plano de contingenciamento. Ainda de acordo com a assessoria, Amazonino saiu de do local aplaudido.

    Leia tudo sobre: AmazoninoManausAmazonasvídeo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG