Prefeito de Campinas troca presidência da Sanasa

Empresa está no centro de escândalo que derrubou o ex-prefeito da cidade e coloca o atual na mira da Justiça

AE |

selo

O prefeito de Campinas (SP), Demétrio Vilagra (PT), anunciou hoje substituições na presidência e na diretoria da Sanasa, a empresa de abastecimento da cidade apontada pelo Ministério Público Estadual como núcleo de suposta quadrilha responsável pelo desvio de recursos e fraudes em licitações.

Vilagra não admitiu que a mudança tenha sido motivada pela contratação, por R$ 15 milhões, da empresa Gutierrez Empreendimentos e Participações Ltda, mas disse que a Sanasa deve estar afinada com o governo e não pode deixar de ter transparência nas suas ações.

A empresa é investigada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no suposto esquema de corrupção desbaratado nos últimos meses.

Vilagra convidou para o lugar do atual presidente, Lauro Péricles Gonçalves, o ex-secretário Fernando Pupo (Habitação), que ainda não respondeu ao convite. A mudança será feita no dia 16 de setembro, conforme informou o prefeito.

O prefeito anunciou ainda o nome do advogado Nilson Lucílio para a chefia de Gabinete, cargo antes ocupado pela ex-primeira dama Rosely Nassim dos Santos, apontada como chefe da suposta quadrilha pelo Ministério Público, e do jornalista Otávio Antunes para a pasta de Comunicação, antes ocupada por Francisco de Lagos, também acusado pelo Gaeco de cometer os supostos crimes de formação de quadrilha, desvio de recursos e fraudes em licitações.

Após os anúncios, Vilagra foi ao Distrito Federal (DF) e, no início da noite, informou por meio de assessoria ter conseguido R$ 75 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 para obras de saneamento na cidade.

    Leia tudo sobre: doutor héliodemétrio vilagracampinasptsanasa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG