Presidente da Câmara de Fortaleza retirou o nome e declarou apoio ao secretário de Educação, Elmano Freitas, tido como o preferido da prefeita para sucedê-la

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT)
Mário Sabino
A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT)
A prefeita Luizianne Lins (PT) deu mais um passo para tentar fazer seu sucessor e manter seu grupo político no comando da capital cearense. Após o PT anunciar que não realizará prévias em Fortaleza , o presidente da Câmara dos Vereadores, Acrísio Sena, retirou o nome da disputa e declarou nesta segunda-feira (09) apoio ao secretário municipal de Educação, Elmano Freitas.

O vereador Acrísio Sena é o primeiro a sair do páreo depois que o partido enxugou a lista de prefeituráveis de 13 para cinco nomes . Embora comande a Câmara, Acrísio ainda está em seu primeiro mandato como vereador. Em troca da desistência, contará com o apoio da prefeita para se reeleger e ser reconduzido a presidência da Câmara Municipal na próxima legislatura.

Com isso, ganha força a pré-candidatura Elmano Freitas. Militante ligado a movimentos sociais, dos pré-candidatos que permanecem na disputa, ele é o único que nunca concorreu a um cargo eletivo. Visto como o nome que mais representa a continuidade da gestão de Luizianne, Elmano conta com o apoio interno do grupo comandado pela prefeita, que detém maioria na executiva municipal.

Representar a continuidade da gestão de Luizianne pode representar um problema para os partidos aliados, principalmente para o PSB do governador Cid Gomes, de onde tem partido “fogo amigo” com frequência .

Além de Elmano, seguem como pré-candidatos o secretário das Cidades do Ceará, Camilo Santana, o vereador Guilherme Sampaio e o deputado federal Artur Bruno. O nome definitivo deve ser anunciado no dia 20 de maio, após o partido realizar uma série de encontros para debater as eleições.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.