PRB terá candidato à prefeitura de SP, diz presidente do partido

Perguntado se abriria mão da candidatura em prol de Haddad, Celso Russomanno, do PRB, disse que 'petista seria bom vice'

AE |

selo

Na conversa com a presidenta Dilma Rousseff que selou o convite para o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) ocupar o ministério da Pesca e Aquicultura , realizada na última sexta-feira no Palácio do Planalto, o presidente do partido, Marcos Antônio Pereira, fez questão de lembrar que a legenda terá candidato próprio à prefeitura de São Paulo. Dilma, segundo Pereira, elogiou o nome do ex-deputado federal Celso Russomanno, pré-candidato do PRB.

Leia também: Russomanno encontra Temer e fala em aliança com Chalita

"É legítimo que os partidos tenham candidatos", respondeu Dilma, segundo o presidente do PRB relatou ao Estado. Crivella, que participou da conversa com Dilma, não aceitou de pronto o convite feito pela presidenta. Foi apenas no sábado à tarde que Marcos Pereira comunicou, por telefone, que Crivella havia aceitado ocupar a pasta.

Apesar de a afirmação do presidente do PRB em não atrelar a ida do senador do partido para o ministério à desistência da candidatura de Russomanno, o governo trabalha intensamente para atrair a legenda para o arco de alianças em torno do pré-candidato do PT, Fernando Haddad. "Haddad seria um bom vice para mim", afirmou Russomanno, quando perguntado se abriria mão da candidatura em prol do petista.

Cerimônia: Marcelo Crivella toma posse do Ministério da Pesca

A negociação em torno do cargo começou na segunda-feira de carnaval. A ministra da secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, ligou naquele dia para o presidente do PRB para fazer ao partido o convite para integrar o ministério. Ideli, segundo Pereira, disse que o desejo era dar a pasta para o partido, mas fez questão de frisar que o governo queria que o indicado fosse Crivella.

O PRB, contudo, queria emplacar no cargo o secretário de Pesca e Aquicultura do Ceará, o ex-deputado federal Flávio Bezerra. Foi até uma sugestão do próprio Crivella, que depois cedeu.

O presidente do PRB disse que somente em junho o partido decidirá quem será o vice de Russomanno. E que a legenda não desistirá de ter candidatura própria. "Logicamente que não (vamos desistir)", afirmou.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG