Polícia Federal e CGU apuram desvios no Maranhão

Operação foi desencadeada para coibir desvios de recursos federais no Estado; 13 mandados de prisão temporária foram expedidos

AE |

selo

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria-Geral da União (CGU) desencadearam hoje a operação Usura, cujo objetivo é coibir desvios de recursos públicos federais no Maranhão. Foram expedidos 25 mandados de busca e apreensão e 13 de prisão temporária para serem cumpridos em São Luís, Imperatriz, São João do Paraíso e Barra do Corda.

A operação é contra desvios de recursos públicos federais repassados à prefeitura municipal de São João do Paraíso, relativos às áreas de educação (Fundeb), saúde (FUS, PAB e AFB) e contratos de repasse e convênios. As investigações apontam que os desvios teriam causados prejuízos, desde 2005, na ordem de R$ 5,5 milhões.

Os integrantes da organização criminosa são investigados pelos crimes de falsificação de documento público, falsificação de documento particular, falsidade ideológica e uso de documento falso, peculato e emprego irregular de verbas públicas, formação de quadrilha ou bando, fraude a licitação, crime de responsabilidade de prefeito municipal, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

A operação conta com um efetivo de aproximadamente cem policiais federais e 15 auditores da CGU. Até as 10 horas, não havia informação de presos e de apreensões realizadas.

    Leia tudo sobre: polícia federaloperação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG