PMDB quer Eduardo Braga na liderança do governo no Congresso

iG teve acesso a lista de indicações do PMDB que sugere o nome do senador para ocupar posto vago desde a saída de Ideli Salvatti

Adriano Ceolin, iG Brasília |

Ex-governador do Amazonas, o senador Eduardo Braga (PMDB) ficou sem cargo na Esplanada dos Ministérios apesar do prestígio adquirido com a presidenta Dilma Rousseff . Agora, ele é o indicado do seu partido para ocupar a liderança do governo no Congresso.

AE
Eduardo Braga ficou fora da Esplanada dos Ministérios
O nome de Braga consta na lista de indicações do PMDB que o iG teve acesso nesta quarta-feira, após a votação do aumento do salário mínimo no Senado. No papel, é descrito com todas as letras maiúsculas literalmente: “LIDERANÇA DO GOVERNO NO CONGRESSO (Eduardo Braga – manter cargo)”.

O termo “manter cargo” é uma referência ao posto que pertenceu ao PMDB até o começo do ano passado, quando a senadora Roseana Sarney renunciou para assumir o governo do Maranhão. No lugar de Roseana, assumiu Ideli Salvatti (PT-SC). Candidata ao governo de Santa Catarina, ele ficou sem mandato e acabou sendo convidada para assumir o Ministério da Pesca. Desde então, o posto de líder do governo está vago.

Além de Braga, os senadores petistas José Pimentel (CE) e Walter Pinheiro (BA) apresentaram-se como opções. “O nome do PT é o Pimentel”, afirmou o líder da bancada no Senado, Humberto Costa (PT-PE). “Mas ainda não está definido”, completou.

O PMDB da Câmara também tenta emplacar o deputado Mendes Ribeiro (RS) para a liderança do governo. Ele foi um dos poucos peemedebistas gaúchos que apoiaram Dilma. Atualmente, é o primeiro vice-líder da bancada do PMDB na Câmara.

Segundo o iG apurou, Braga tem grande chance de ficar com a vaga porque Dilma deseja prestigiá-lo. Ao ex-governador de Amazonas é também creditado o excepcional desempenho que ela teve no Estado. Dilma teve 80% dos votos válidos contra 19% de Serra. Braga também tenta manter o comando da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) com as manutenções de Roque Oliveira e Flávio Grosso.

    Leia tudo sobre: Eduardo Bragalíder do governo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG