PMDB, PT e PSDB concordam com Carvalho sobre disputa no governo

Congressistas da base aliada e da oposição avaliam que Palocci e Mantega não devem disputar poder, como disse ministro ao iG

Adriano Ceolin, iG Brasília |

Congressistas do PMDB, PT e até do PSDB criticaram nesta terça-feira a disputa velada entre os ministros Antonio Palocci (Casa Civil) e Guido Mantega (Fazenda). Em entrevista ao iG, o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência) afirmou que Palocci “perde autoridade” se criar “bola dividida” com Mantega.

“Essa disputa não é boa para o governo. Concordo com o Gilberto: Palocci é inteligente para não cair nessa encrenca”, afirmou o presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, senador Delcídio Amaral (PT-MS). “A presidenta Dilma Rousseff também acertou em sair em defesa de Mantega”.

Líder do PSDB no Senado, o senador oposicionista Alvaro Dias (PR) também criticou a possibilidade de divergências entre Palocci e Mantega. “Para qualquer governo é ruim enfraquecer o ministro da Fazenda. A área econômica sempre é uma área nervosa do governo”, afirmou o tucano.

Cargos

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), disse que “não é bom para a presidenta Dilma qualquer tipo de disputa dentro do governo”. Ainda sobre a entrevista de Gilberto Carvalho, ele concordou com o ministro que as nomeações do segundo escalão irão ocorrer “com naturalidade”. “Esse processo de nomeações é assim mesmo. Tudo tem seu tempo”, disse.

Contudo, o líder do PMDB na Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (RN), acha que o governo “está demorando demais” na escolha dos integrantes do segundo e terceiro escalões. "Já estamos quase em abril", afirmou Alves. "Mas acredito que tudo será resolvido até o fim desta semana", disse o líder do PMDB.

    Leia tudo sobre: CarvalhoPTPSDBrepercussão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG