Plenário começa semestre com pauta trancada por três MPs

Mudança na capitalização do BNDES está entre as matérias que deverão ser votadas no esforço concentrado a partir da semana que vem

Agência Câmara |

O Plenário da Câmara vai começar os trabalhos na primeira semana de agosto, em que será realizado esforço concentrado para votação de matérias, com a pauta trancada por três medidas provisórias. Uma delas é a que trata da capitalização do  Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e as outras duas tratam da  da preparação do Brasil para as Olimpíadas de 2016.

Uma das medidas é a que autoriza a União a criar a Empresa Brasileira de Legado Esportivo (Brasil 2016) para prestar serviços às entidades públicas ligadas à realização dos Jogos Olímpicos de 2016. Outra autoriza a União a participar da Autoridade Pública Olímpica (APO), o consórcio que coordenará as ações governamentais dirigidas aos jogos. Participarão também os governos do Estado e do município do Rio de Janeiro. A proposta flexibiliza as normas de licitações aplicadas às obras da Copa do Mundo de 2014, também a ser realizada no Brasil, e das Olimpíadas de 2016.

Outras propostas poderão ser incluídas na pauta das sessões extraordinárias pelo presidente da Câmara, Michel Temer, se houver acordo entre as lideranças partidárias.


    Leia tudo sobre: Congressovotaçõespauta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG