Planalto inaugura 'fase Dilma' na publicidade

Secretaria de Comunicação recebeu propostas de 28 agências que vão disputar propaganda do governo nos próximos cinco anos

AE |

selo

AE
Governo Dilma dispõe de verba publicitária de R$ 150 milhões ao ano
A Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) recebeu ontem propostas de 28 agências de publicidade que vão disputar a licitação para fazer a propaganda do governo federal pelos próximos cinco anos. Das 28, serão selecionadas três, que vão dividir a verba publicitária de R$ 150 milhões por ano.

O valor não será dividido igualmente entre as três empresas vencedoras, já que, para cada propaganda, haverá uma nova disputa entre as três, com objetivo de assegurar a melhor qualidade do material, de acordo com a Secom.

O pacote e valor dizem respeito apenas à propaganda institucional. A publicidade de utilidade pública, como as campanhas de vacinação, estão em outro pacote. A propaganda das estatais também. Ao todo, os gastos com publicidade do governo e de suas empresas atingem aproximadamente R$ 1 bilhão.

A expectativa é de que, até o início de dezembro, as três agências de publicidade que atenderão ao governo federal até 2016 sejam conhecidas.

As três empresas que hoje atendem à Secom - Matisse, Propeg e 141 - também participam da concorrência. Essas três agências já atuavam com o governo federal na gestão Luiz Inácio Lula da Silva. O contrato delas foi renovado em março, por mais um ano, ou seja, elas podem continuar atendendo ao governo até março do ano que vem. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: Dilma Rousseffpublicidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG