Ministro da Justiça avisou que vai determinar abertura da investigação; Orlando Silva se antecipou e fez pedido ao colega

selo

Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que há disposição do ministro em investigar
AE
Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que há disposição do ministro em investigar
O Ministério da Justiça vai determinar à Polícia Federal que abra um inquérito para investigar as denúncias de pagamento de propina no Ministério do Esporte. Segundo o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a decisão foi tomada a partir de um pedido do ministro do Esporte, Orlando Silva, citado como beneficiário de um esquema de corrupção pelo policial militar João Dias na revista Veja .

Leia também:
- Casa Civil defende ministro do Esporte
- Orlando nega acusação e diz que fica

Cardozo destacou que Orlando Silva se dispôs a abrir seus sigilos telefônicos e bancários para contribuir com a investigação.

"Obviamente, este gesto nos ajuda na medida em que há uma intenção clara do ministro em uma apuração, que será feita de forma rigorosa e aprofundada pelos órgãos da PF que serão responsáveis pelo caso", afirmou Cardozo. O ministro da Justiça acrescentou que o policial militar e ex-militante do PC do B que fez a denúncia, João Dias, será ouvido pela Polícia Federal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.