Petecão nega apoio ao governo de Dilma

Senador eleito pelo Acre promete articular frente no Senado para beneficiar também o Amazonas

Menezes y Morais, iG Brasília |

O senador eleito pelo Acre, Sérgio Petecão (PMN), informou por meio de sua assessoria que vai articular a criação de uma frente suprapartidária de senadores com o objetivo de conseguir recursos para a Amazônia e “especificamente ao Acre.” Petecão negou apoio ao governo da presidenta eleita Dilma Rousseff (PT).

Para Petecão, a adesão “dependerá das posições assumidas pelo Governo Federal durante o mandato em relação à Amazônia e ao Acre. Serei um senador independente. Pronto a aplaudir ações que venham ao encontro de nossa população. Mas também pronto para criticar tudo aquilo que não for conveniente ou favorável ao nosso povo.”

Autonomia

Eleito com 199.956 votos, Petecão lembrou que foi a sua “posição de autonomia e equilíbrio, levados ao público no processo eleitoral, que ajudou a conquistar ainda mais o eleitorado e serviu como uma das principais bandeiras políticas de campanha. O povo entendeu e aprovou a posição nas urnas.”

E acrescentou: “Nossa posição sempre foi clara e a população conhece seremos defensores ardorosos de tudo o que bom para o Acre. E críticos de toda a iniciativa que vier a prejudicar o Estado. O bom senso e os interesses acreanos serão as grandes referências de meu mandato.”

Frente

Petecão disse ainda que “não existe apoio automático ou posição previamente assumida em relação ao Governo Dilma. Apenas a disposição de servir a meu Estado e a meu país.” E após ser empossado no Senado, vai buscar “apoio entre todos os senadores, independente de partido, para programas e projetos que interessem ao Acre.”

“Esta já é uma marca de minha atuação. Aliás, a liberdade de articular dá mais espaço e resultados práticos no Congresso. E disto não abro mão. A única oposição que mantenho é quanto à intransigência e autoritarismo do PT do Acre. Mas em Brasília minha preocupação vai ser garantir recursos a meu Estado,” concluiu.

    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG