Pesquisa divulgada pelo jornal Gazeta do Povo revela que tucano e Gleisi Hoffmann são, atualmente, favoritos para a prefeitura

Um dia depois da pesquisa Ibope/CBN Curitiba indicar a preferência dos curitibanos pelo ex-deputado federal Gustavo Fruet (PSDB) para as eleições municipais de 2012, uma nova sondagem, desta vez feita pelo Instituto Paraná Pesquisas/Gazeta do Povo, também mostra o pré-candidato à frente na disputa.

Fruet tem vantagem contra todos os demais pré-candidatos. Em um dos cenários possíveis, Fruet aparece com 24,6% contra 21,7% da senadora Gleisi Hoffmann (PT), que já declarou que sua candidatura no ano que vem é improvável. Uma vez que a margem de erro é de 3,5%, os dois estão em empate técnico.

Em terceiro lugar aparece o deputado federal Ratinho Junior (PSC), com 15,7%, seguido pelo atual prefeito, Luciano Ducci (PSB), com 11,4% das intenções de voto. Outros nomes que aparecem são de Rafael Greca (PMDB), com 5,9%, e Fábio Camargo (PTB), com 5,7%.

A pesquisa encomendada pelo jornal Gazeta do Povo , um dos maiores do Estado, foi feita com 885 eleitores maiores de 16 anos, entre os dias 28 de abril e 1o de maio.

Os números mostram que o curitibano vê a administração de Ducci (PSB) como continuidade da gestão do agora governador Beto Richa (PSDB). Mas, se fosse hoje, o eleitor optaria por outro nome, embora tanto Richa quanto a administração Ducci sejem bem avaliadas.

Ratinho Junior desponta em todos os cenários como uma terceira força entre Fruet e Ducci, que atualmente polarizam o debate em torno das eleições em Curitiba para o ano que vem. Sem Gleisi na disputa, os demais pré-candidatos petistas apresentam percentuais baixos segundo o Paraná Pesquisas: o deputado federal Dr. Rosinha tem 3,3%, e deputado estadual Tadeu Veneri, 1,7%. Nesse panorama, Fruet lidera com 29,3%, à frente de Ratinho Junior (21,7%) e Ducci (16,3%).

O líder do PT no Paraná, deputado estadual Ênio Verri, minimizou os resultados. De forma semelhante ao que tem dito o prefeito Ducci, Verri também diz acreditar que ainda é muito cedo para se avaliar qualquer coisa com base nessas primeiras pesquisas.

“Pesquisa ainda no primeiro semestre do ano anterior à eleição é muito precipitado. Serve para avaliar como estão os candidatos hoje, não como chegarão para a disputa”, afirmou. Verri confirmou que, de qualquer forma, o PT deve lançar candidato próprio em Curitiba no ano que vem. “A Gleisi aparece muito bem avaliada na pesquisa mas, além dela, que tem dúvidas por causa do projeto dela no Senado, temos outros bons nomes, como o do Dr. Rosinha e do Tadeu Veneri”, avalia.

Num cenário sem o Fruet, a pesquisa aponta para um empate técnico entre Ratinho Junior (30,9%) e Ducci (29,2%). Outra combinação, sem Ducci, aponta para Fruet com 38,2%, Ratinho Junior com 30,3% e Rafael Greca (PMDB) com 9,9%.

No entanto, da mesma forma que Gleisi, sair candidato a prefeito de Curitiba não é o principal projeto de Ratinho Junior. Pelo menos por enquanto. “Hoje sou líder da bancada do PSC na Câmara e é claro que uma pesquisa dessas nos motiva a abraçar uma causa, mas para Curitiba precisamos pensar em um projeto completo, se não no primeiro, para o segundo turno”, responde ele, referindo-se a uma aliança de oposição ao atual prefeito.

Indefinição no PSDB

O PSDB ainda não decidiu se apoia o projeto de Fruet ou se mantém a aliança com o PSB e aposta em Ducci, antigo parceiro de Richa, que  tem grande peso para decidir esse impasse, como presidente estadual do PSDB.

Na convenção estadual do partido, Fruet estabeleceu um prazo, até o final deste semestre, para que o PSDB decida. Caso a opção seja de não apóia-lo, ele sai do partido. Fruet também já declarou que não aceita sair como candidato a vice-prefeito de Ducci, por exemplo. O grupo tucano está há mais de duas décadas a frente da prefeitura de Curitiba.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.