Pela terceira vez, Lula ganha prêmio espanhol

Ex-presidente ganha prêmio em Cádiz 'por sua impetuosa luta contra a pobreza e a exclusão social'

EFE |

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi premiado na Espanha com o III Prêmio Liberdade Cortes de Cádiz, criado pela prefeitura da cidade para a comemoração do bicentenário da primeira constituição espanhola.

A decisão foi divulgada nesta sexta-feira após a reunião do júri Prêmio Liberdade, cujos integrantes decidiram, por unanimidade, outorgar a terceira edição deste prêmio a Lula "por sua impetuosa luta contra a pobreza e a exclusão social".

Fontes municipais informaram ainda que o prêmio presta homenagem às pessoas, instituições públicas ou privadas que se tenham caracterizado pelo aprofundamento, difusão e extensão da liberdade no âmbito ibero-americano ou filipino.

O júri afirmou reconhecer em Lula um esforço para "estender esse trabalho de paz, justiça e liberdade a toda região ibero-americana", destacando "a liderança exercidas por Lula em todo o continente para impulsionar a mudança em seu país e servir ao mesmo tempo de exemplo a outras nações, demonstrando que o mal da desigualdade tem cura".

A prefeita de Cádiz, Teófila Martínez, informou a decisão pessoalmente ao ex-presidente, assim como ao Embaixador do Brasil na Espanha. Segundo as fontes, Lula, que aceita com satisfação o prêmio, o receberá em alguma de suas próximas visitas à Espanha.

A primeira edição do Prêmio Liberdade, em 2009, foi concedida ao então presidente da Colômbia Álvaro Uribe, e a segunda, no ano passado, ao ex-presidente do Governo espanhol Adolfo Suárez.

    Leia tudo sobre: lulaprêmiocádiz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG