PC do B avalia oferta para participar do governo de Kassab

Pasta oferecida será responsável pela preparação da cidade para o evento de 2014

AE |

selo

O diretório municipal do PCdoB aprovou na noite de ontem a proposta do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), para ocupar a futura Secretaria Especial da Copa de 2014. No entanto, os dirigentes decidiram submeter a decisão à direção nacional do partido, uma vez que Kassab oficialmente integra a oposição ao governo Dilma Rousseff .

Embora o prefeito esteja de saída do DEM e venha se aproximando de outros partidos nas últimas semanas, os líderes regionais do PCdoB sabem que a decisão terá repercussão nacional e, por isso, só baterão o martelo após a aprovação de Renato Rabelo, presidente nacional da sigla.

"Até 3 de outubro o campo de atuação política de Kassab era outro. Nesse caso, a autonomia de São Paulo para decidir a questão é relativa. O prefeito sabe do nosso trâmite", ponderou o presidente do diretório municipal, Wander Geraldo da Silva, referindo-se ao primeiro turno da eleição presidencial e ao fato de Kassab estar de saída do DEM.

São cotados para assumir a pasta, que será responsável pela preparação da cidade para o evento de 2014, a presidente estadual da legenda, Nádia Campeão, e o ex-vereador Alcides Amazonas. "Temos outros nomes também, mas não é o caso de a gente avançar nessa escolha ainda", afirmou o dirigente.

    Leia tudo sobre: KassabPC do BCopa 2014

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG