Paulo Bernardo promete Orçamento 'apertado' para 2011

Classificando o orçamento como enxuto, porém melhor, ministro afirmou que saúde e educação serão áreas prioritárias

Agência Brasil |

Agência Brasil
Ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, fala sobre o Orçamento de 2011 em programa de rádio
Saúde e educação serão áreas prioritárias no Orçamento 2011, enquanto o programa Minha Casa, Minha Vida e o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), juntos, devem ser contemplados com R$ 44 bilhões no próximo ano. As informações foram dadas nesta quinta-feira (22) pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.

Após participar do programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, em parceria com a EBC Serviços, ele revelou apenas que os recursos destinados à educação serão “substanciais”, uma vez que a Desvinculação de Recursos da União (DRU) não é mais aplicada. Já o Ministério da Saúde, segundo Paulo Bernardo, deve receber pelo menos R$ 8 bilhões a mais no Orçamento 2011, já que o valor repassado à pasta está vinculado ao crescimento da economia.

“Estamos em processo já adiantado de preparação [do Orçamento 2011]. Distribuímos para cada ministério o limite de gastos que eles podem ter no ano que vem. Eles têm prazo até o fim do mês para devolver suas propostas”, explicou o ministro. “Vai ser um Orçamento apertado, como é todo ano, mas um Orçamento melhor”, completou.

    Leia tudo sobre: Paulo Bernardoorçamento 2011

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG