Patrimônio de ministro do Turismo diminuiu nas últimas eleições

Gastão Vieira, que assumiu com as bênçãos da família Sarney, é ligado à educação e obcecado com norma culta da língua portuguesa

Wilson Lima, iG Maranhão |

O novo ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB), tem focado sua vida política nos últimos anos na área de educação. Como deputado, era presidente da Comissão de Educação na Câmara e, no ano passado, os veículos de imprensa do Maranhão, ligados ao presidente do Senado, José Sarney , listaram seu nome entre os possíveis sucessores de Fernando Haddad no Ministério da Educação. Além disso, dos políticos ligados à família Sarney, ele é o único que sofreu redução de seu patrimônio nas duas últimas eleições.

AE
O deputado Gastão Vieira, novo ministro do Turismo
No quinto mandato como deputado federal, Vieira já foi secretário de Planejamento do Governo Edison Lobão (1991/1994) e de Educação de Roseana Sarney (1995/1998). Ele voltou a assumir a secretaria de planejamento de Roseana (PMDB) em 2009, logo após a cassação do mandato de Jackson Lago (PDT) em abril daquele ano.

Leia também: 'Não sou aquilo que serve para qualquer doença', diz novo ministro

Em sua atuação como presidente da Comissão de Educação, ele especializou e em realizar seminários e eventos que discutiram políticas públicas tanto para o ensino fundamental quanto para o ensino médio. Além disso, sempre defendeu maior remuneração aos professores e cursos de de qualificação docente constante. Além disso, é obcecado pelo uso formal da língua portuguesa. Ele costuma distribuiu panfletos a jornalistas maranhenses com dicas sobre regras da língua portuguesa.

Ele não tem em seu currículo envolvimento com grandes polêmicas ou escândalos. No máximo, alfinetadas. Em março deste ano, por exemplo. Vieira fez algumas críticas públicas à implantação do sistema de ensino à distância no Maranhão, durante o segundo mandato de Roseana Sarney em sua página no Facebook. “O Tele Ensino tinha como objetivo “corrigir” o fluxo escolar. Quando o levaram para o ensino regular, para o jovem na idade correta, cometeram um grande erro. Agora, que ele tinha grandes virtudes na correção de fluxo é inegável”, declarou na época. Até hoje, a implantação do telensino (substituição de professores do ensino médio por aulas em vídeo) é alvo de críticas às gestões anteriores de Roseana Sarney à frente do Estado.

Do clã Sarney, Vieira foi o único que entre as duas últimas eleições, teve redução de seu patrimônio. Nas eleições de 2008, o novo ministro do Turismo declarou patrimônio de R$ 441.599,48. Em 2010, declarou à Justiça Eleitoral que os seus bens equivaliam a R$ 421.180,19. Uma redução de aproximadamente 5%.

    Leia tudo sobre: gastão vieiramaranhãojosé sarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG