Partidos insatisfeitos não prejudicarão votações, diz Temer

Segundo o vice-presidente, o PMDB está satisfeito com a distribuição de cargos até o momento

Agência Brasil |

O vice-presidente, Michel Temer , disse nesta segunda-feira ter certeza que os partidos que possam estar insatisfeitos com a distribuição dos cargos não vão retaliar o governo durante a votação de matérias no Congresso.

Segundo ele, o PMDB está satisfeito com a distribuição de cargos até o momento. Em visita ao Rio de Janeiro, Temer reiterou que os cargos que ainda faltam deverão ser definidos após as eleições da Câmara dos Deputados.

“Não houve a distribuição do segundo escalão. Quando isso vier é que os partidos, não só o PMDB, vão examinar ( a situação ), mas é a presidente ( Dilma Rousseff ) que vai determinar o que será feito”, disse.

Sobre um suposto desvio de verbas ocorrido na Fundação Nacional de Saúde (Funasa) noticiado pela Folha de S.Paulo, o vice-presidente disse que o caso já está sendo apurado e que isso não vai prejudicar o PMDB no pleito por cargos dentro do Ministério da Saúde.

Tragédia no Rio

Com relação à tragédia na região serrana do Rio de Janeiro, Temer considerou razoáveis os pedidos feitos pelo governador do estado, Sérgio Cabral, para que todos os imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida nas cidades atingidas pelas fortes chuvas da semana passada sejam destinadas aos desabrigados; e para que os recursos da 2ª fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), destinados à contenção de encostas, sejam antecipados.

    Leia tudo sobre: Michel TemerPMDBDilma Rousseffvice-presidente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG