Para PSDB, PT faz "movimento para recuperar" Delúbio

Em nota, presidente tucano, deputado Sérgio Guerra, rebateu críticas petistas sobre fragmentação da oposição

iG São Paulo |

O presidente nacional do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE), divulgou nota neste sábado em que afirma que há no PT um movimento para restagar a imagem do ex-tesoureiro Delúbio Soares, pivô do escândalo do mensalão, que resultou na maior crise enfrentada pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva . Na noite de ontem, o diretório nacional do PT aprovou a refiliação do ex-tesoureiro, expulso há quase seis anos.

“O que espanta é que tantos compromissos e tantas ideias como as divulgadas hoje não são capazes de desmontar o óbvio: o movimento para recuperar Delúbio Soares, enquanto o STF ( Supremo Tribunal Federal ) examina processo em que são identificados diversos crimes, inclusive o de formação de quadrilha", diz a nota de Guerra enviada à imprensa.

AE
Em nota, presidente do PSDB rebate críticas do PT

O presidente tucano também rebateu as críticas de que existe fragmentação nos partidos de oposição feitas hoje (30) pelo presidente do PT, Rui Falcão, após reunião do diretório nacional em Brasília.

Na mesma nota, o deputado afirmou que irá analisar, nos próximos dias, ponto a ponto a resolução política divulgada pelo diretório do PT. Para Guerra, “é saudável e útil que partidos políticos discutam temas nacionais”.

Fragmentação

O Diretório Nacional do PT aprovou hoje resolução em que ressalta a fragmentação dos partidos de oposição no País. Nomeado ontem presidente da sigla, Rui Falcão disse que os partidos que fazem oposição ao governo da presidenta Dilma Rousseff perderam sua perspectiva de projeto por causa da “falência de ideias”. Segundo ele, ideias “conservadoras e neoliberais”.

“Existe fragmentação dos partidos de oposição”, afirmou Falcão, em entrevista concedida no início da tarde, após reunião do diretório em Brasília. “A oposição parece ter perdido a sua perspectiva de projeto, muito devido à falência de algumas das ideias que defendiam e que entraram em crise no plano internacional, ideias conservadoras, neoliberais.”

Por dois dias, o Diretório Nacional do PT discutiu o calendário anual de encontros setoriais do partido e a preparação para eleições municipais de 2012. Para Falcão, a popularidade do partido é cada vez maior, depois de dois governos do ex-presidente Lula e da gestão de Dilma.

“O amplo apoio resulta da grande confiança iniciada pelo Lula e pelas primeiras ações do atual governo, que vêm reforçando as bases do desenvolvimento econômico com justiça social”, disse Falcão, que foi eleito nessa sexta-feira novo presidente do PT até 2013, em substituição a José Eduardo Dutra, que renunciou ao cargo por motivo de saúde.

(Com Agência Brasil)

    Leia tudo sobre: PSDBPTDelúbio SoaresSérgio Guerra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG